Adidas notifica Atlético-MG de grave erro nas camisas e torcida fica furiosa

0

A temporada de 2022 marca o reencontro da Adidas com o Galo: marca alemã forneceu os uniformes do clube nos anos 1980 e retorna após quase 50 anos. Foi vestindo uma camisa fabricada pela Adidas, que o Atlético se sagrou hexa campeão mineiro em 1986.

A marca alemã assume os uniformes do clube a partir do dia 01/07 e já se prepara para iniciar as vendas. Apesar disso, segundo o setorista Fred Augusto, a Adidas já informou ao clube que irá atrasar para entregar algumas peças da nova coleção e que com o tempo normalizará o fornecimento.

Embora diversas informações sobre os novos uniformes já haviam sido amplamente divulgadas na imprensa, o clube vinha conseguindo segurar as imagens das novas camisas. Na tardeo último dia 22, o zagueiro Leonardo Silva, acabou deixando vazar o segundo uniforme por meio de uma foto publicada por sua esposa nas redes sociais.

Além disso, nos últimos dias novas imagens da coleção vazaram. A primeira foi uma imagem de Victor, Zaracho, Nacho, Hulk e Everson já com os novos uniformes. Depois, por conta de um erro interno do clube, um vídeo dos bastidores do Media Day em que os atletas posam com o novo uniforme foi publicado nas redes sociais.

Segundo à página Central do Galo, no Twitter, a fonte utilizada para a numeração dos atletas será amarela. A última vez que o Atlético usou numeração amarela foi em 2009, quando sua fornecedora de material esportivo era a Lotto.

Lecoq se despede do Atlético-MG

A partida contra o Emelec, na última terça-feira (27), marcou não só o começo da fase de mata-mata da Libertadores para o Atlético-MG, mas também a despedida da marca Lecoq Sportif dos uniformes do clube, uma vez que a Adidas assumirá os uniformes do Galo a partir do dia 01/07.

A parceria entre Atlético e Lecoq começou em 2019, quando a marca francesa chegou ao clube para substituir a Topper. O acordo era um desejo antigo dos torcedores atleticanos, que sonhavam em ver o encontro do Galo de BH, com o Galo da França.

No total foram 3 anos de uma parceria de muito sucesso, não só as camisas caíram no gosto da torcida, como a fornecedora deu liberdade para que os próprios torcedores fizessem sua camisa, com o projeto Manto da Massa. Além disso, foi usando uma camisa fabricada pela Lecoq que o Atlético foi campeão brasileiro depois de 50 anos e viveu a melhor temporada de sua história.

Por meio das redes sociais a marca francesa publicou um emocionante vídeo se despedindo do clube, em que ela relembra justamente os títulos conquistados no período e também o sucesso do Manto da Massa.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Flamenguistas Não Aguentam E Rejeitam Ídolo Do Atlético-MG Saiba Em Quais Jogos Guilherme Arana Deve Desfalcar O Galo Craque Internacional Deixa O Atlético-MG Na Mão E Se Oferece Para Rival Aceitaria De Volta? Ídolo Do Atlético-MG Está Sem Clube E Pode Voltar De Graça Cuca, Jesus Ou Outro? Torcida Do Galo Elege Favorito Para Substituir El Turco