10 maiores ídolos do Atlético Mineiro na Calçada da Fama do Mineirão

0

Entre os tantos craques eternizados na Calçada da Fama do Estádio Mineirão, listamos os 10 maiores ídolos do Atlético Mineiro. Grandes nomes que vão de Reinaldo ao goleiro Victor são destacados com um breve resumo sobre as suas glórias vestindo a camisa do Galo.

Cada torcedor, certamente, tem a sua própria lista de ídolo do clube do coração. Mas, certamente estes nomes aparecem entre os maiores da história do alvinegro de Minas Gerais. Os 10 maiores ídolos do Atlético na Calçada da Fama do Mineirão são:

1. Reinaldo

Estreou em 1973 pela equipe atleticana, um atacante que se tornaria o maior ídolo da história do Clube Atlético Mineiro. Reinaldo, aos dezesseis anos, fez a sua primeira partida com a camisa do Galo.

Com uma carreira curta, brilhante e prejudicada por lesões, o jogador era considerado o rei da torcida do Atlético, justamente pelo talento e pela personalidade que tanto condizia com a equipe mineira. Foi dono de um recorde na artilharia do Campeonato Brasileiro que durou mais de vinte anos.

Reinaldo Maiores Artilheiros do Atlético Mineiro
Imagem: ogol.com.br

2. Dadá Maravilha

Dadá Maravilha foi uma das figuras que integraram a equipe campeã brasileira em 1971, marcando o gol da vitória do Atlético Mineiro por 1 a 0 sobre o Botafogo na final. O centroavante foi tricampeão do mundo com a Seleção Brasileira em 1970 no México.

Pelo Atlético, teve uma ótima média de gols, 211 em 290 partidas. Era reconhecido pela capacidade de marcar gols, e conquistou as torcidas dos clubes pelos quais passou.

3. Ronaldinho Gaúcho

O carisma que coloriu o futebol mundial no início do século XX dedicou todo o seu talento ao Galo na maior conquista do clube, a Copa Libertadores da América de 2013.

Ronaldinho Gaúcho chegou ao Clube Atlético Mineiro no meio do ano de 2012, o novo reforço atleticano desembarcou em Belo Horizonte após saída conturbada do Flamengo. Em pouco tempo, o meio-campista se tornou um líder no vestiário alvinegro.

4. Marques

Dupla complementar de Guilherme no time do Atlético dos anos 1990, Marques foi um atacante habilidoso que confundia a marcação com a velocidade de suas jogadas.

Teve três passagens pelo galo, uma de 1997 até 2002, outra entre 2005 e 2006, e a última de 2008 até 2010. Conquistou a Copa Conmebol de 1997 e três vezes o Campeonato Mineiro (1999, 2000 e 2010).

5. João Leite

Revelado pelas categorias de base do Atlético Mineiro, o goleiro João Leite estreou como profissional na equipe em 1976, aos 21 anos de idade. Foi o atleta que mais vezes vestiu a camisa do Galo, 684 no total.

Em 1977, foi vice-campeão brasileiro em uma campanha invicta do clube mineiro. Nas finais, defendeu cobranças na disputa de pênaltis contra o São Paulo, mas não evitou o título dos paulistas.

6. Luisinho

Considerado um dos principais jogadores do clube mineiro, o zagueiro Luisinho defendeu as cores do Atlético Mineiro por mais de dez anos.

Fez parte do elenco atleticano em grandes campanhas durante os anos 1980, conquistando títulos como o Campeonato Mineiro em nove oportunidades (1979, 1980, 1981, 1982, 1983, 1985, 1986, 1988 e 1989). Era o titular da memorável Seleção Brasileira de 1982, comandada por Telê Santana, que encantou o mundo na Copa de 1982.

7. Buglê

José Alberto Bougleux, mais conhecido como Buglê, foi um jogador revelado pelo Atlético Mineiro em 1963, aos 19 anos. Foi o primeiro jogador a marcar um gol na história do Estádio Mineirão. Por mais que atuasse na época pelo Galo, o gol foi marcado em uma partida da Seleção Mineira contra o River Plate da Argentina. A partida terminou em 1 a 0.

8. Éder Aleixo

O meia Éder Aleixo teve quatro passagens pelo Atlético, sendo a mais conhecida entre 1979 e 1985, quando conquistou cinco vezes o Campeonato Mineiro (1980, 1981, 1982, 1983 e 1985). Foi eleito Bola de Prata do Campeonato Brasileiro pela Revista Placar em 1983. Sua última passagem pelo Galo foi entre 1994 e 1995.

9. Euller

Euller foi um atacante revelado pelo América Mineiro no final dos anos 1980. Chegou ao Atlético em 1995 e foi campeão mineiro em sua primeira passagem pelo Galo. Em 1996, chegou às semifinais do Campeonato Brasileiro com o Atlético e no ano seguinte foi negociado com o Palmeiras.

Retornou ao Galo quase dez anos após sua primeira passagem, foi em 2005, quando despontou como um dos principais artilheiros do ano.

10. Victor

O goleiro Victor foi um dos heróis do título da Copa Libertadores da América de 2013, quando brilhou na disputa de pênaltis e foi eleito o melhor jogador da partida, defendendo mais de uma cobrança da equipe paraguaia do Olimpia.

Nas quartas de final e nas semifinais daquela edição do torneio, Victor também foi destaque em defesas decisivas que acabaram determinando o futuro do Atlético, que felizmente foi o título sul-americano.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Flamenguistas Não Aguentam E Rejeitam Ídolo Do Atlético-MG Saiba Em Quais Jogos Guilherme Arana Deve Desfalcar O Galo Craque Internacional Deixa O Atlético-MG Na Mão E Se Oferece Para Rival Aceitaria De Volta? Ídolo Do Atlético-MG Está Sem Clube E Pode Voltar De Graça Cuca, Jesus Ou Outro? Torcida Do Galo Elege Favorito Para Substituir El Turco