Campeonato Brasileiro 2021: Galo novamente campeão após 50 anos

0

O Campeonato Brasileiro sempre foi a obsessão do Galo, campeão na primeira edição em 1971, o time bateu na trave inúmeras vezes e ficou 50 anos sem o título mais importante do país. A espera chegou ao fim em 2021, com o comando de Cuca e Hulk jogando muita bola no ataque.

Sua torcida seguiu fiel, até mesmo após o rebaixamento em 2005 e foi fundamental nas conquistas da Libertadores de 2013 e da Copa do Brasil de 2014. Apesar disso, ainda faltava o tão sonhado título brasileiro, gerações de atleticanos cresceram sonhando com essa taça e viram o Galo bater na trave mais uma vez em 2020, quando ficou a apenas 3 pontos do campeão Flamengo.

Turbinado com o investimento de mecenas, o Galo entrou em 2021 com grandes expectativas. Apesar da saída do treinador argentino Jorge Sampaoli, o clube havia fechado as contratações de Nacho Fernández e Hulk, dois jogadores extremamente talentosos e com experiência internacional.

Cuca foi o comandante do Atlético Mineiro em 2021

O início da temporada 2021 do Atlético Mineiro

Para comandar a equipe, o escolhido foi o técnico Cuca, que já havia liderado o Atlético no título da Libertadores de 2013. Apesar de extremamente identificado com o clube, ele não foi unanimidade na torcida, muito por conta de uma acusação de estupro no final dos anos 80.

Não bastasse a rejeição, o início de Cuca não foi dos melhores, com sua equipe desempenhando um futebol ruim e sendo derrotada pelo rival Cruzeiro, atualmente um time de segunda divisão no Campeonato Mineiro.

A pressão sob o comandante alvinegro começava a aumentar e para piorar, ele e Hulk trocaram farpas em público sobre onde o camisa 7 deveria jogar e sobre seu rendimento. Em seguida, Cuca conversou com Hulk, escutou ele e o escalou como um camisa 9 no jogo contra o América de Cali pela Libertadores.

Foto: Pedro Souza / Atlético

O super herói alvinegro foi um dos destaques da vitória do Galo, balançando as redes por duas vezes e aliviando a pressão tanto no treinador, quanto nele, que também ainda não estava performando bem. Embalado, o Atlético conquistou o primeiro lugar geral da fase de Grupos da Libertadores e conquistou título mineiro com dois empates contra o América, algo que ainda deixava a torcida receosa.

O começo do Galo no Brasileirão 2021

A estreia no Campeonato Brasileiro não foi das melhores, a equipe fez 1×0 no Fortaleza, no Mineirão e sofreu a virada. O Galo até recuperou bem da derrota na estreia, mas uma sequência de duas derrotas e um empate voltaram a aumentar a pressão sob a equipe.

Após a derrota por 2×0 contra o Santos, na sétima rodada, os comandados de Cuca emplacaram uma série de 9 vitórias seguidas, assumindo a liderança da competição após uma vitória de virada, no último minuto, contra o Juventude, fora de casa.

Mesmo com dois empates seguidos, a boa sequência continuou e o Galo chegou a ficar 18 jogos sem perder, até ser derrotado por 2×1, de virada contra o Atlético-GO, fora de casa. O tropeço contra o Dragão não influenciou em nada nada campanha alvinegra.

Em seguida, o Galo recebeu o Cuiabá, o time era o melhor visitante do campeonato, em um Mineirão lotado com mais de 50 mil torcedores pela primeira vez desde o início da pandemia. A partida foi dura, o Cuiabá saiu na frente com apenas um minuto de jogo em um gol contra bizarro de Nathan Silva, mesmo assim, time e torcida mantiveram a calma para conseguir o resultado ainda no primeiro tempo.

Reta final do Campeonato Brasileiro 2021

Faltando 10 rodadas para o fim da competição, o Atlético visitou o Flamengo, segundo colocado da competição, no Rio de Janeiro. Em caso de vitória, o alvinegro abriria 13 pontos de vantagem e praticamente colocaria a mão na taça.

O Fla, por sua vez, precisava ganhar para se manter vivo na briga pelo título e reduzir a diferença para 7 pontos. Em um jogo muito truncado, o Galo acabou derrotado por 1×0. A vitória do contra o Galo deu esperanças ao Flamengo, mas aquela foi a última vez que o Atlético perdeu na competição até se sagrar campeão.

Depois, a equipe emplacou uma sequência de 8 vitórias seguidas para garantir o título na 36ª rodada, contra o Bahia, na Fonte Nova. O jogo do título foi extremamente marcante, o Galo já havia desperdiçado uma chance de ser campeão após empatar em 2×2 com o Palmeiras no Allianz Parque e chegava a Salvador precisando apenas de uma vitória para conquistar o Campeonato Brasileiro após 50 anos.

Como tudo na vida do atleticano é sofrido, mesmo com uma equipe avassaladora, ele teve que sofrer para ser campeão. Após um primeiro tempo extremamente truncado, o Bahia voltou melhor para a segunda etapa e abriu 2×0. O título parecia estar escapando, o Galo precisaria vencer o bom time do RedBull Bragantino na trigésima sétima rodada ou o Grêmio brigando para não cair, na trigésima oitava.

Acostumado a imaginar sempre o pior, o torcedor já se preparava para bater na trave mais uma vez… Foi então que em apenas 7 minutos o Atlético virou o jogo para 3×2. Primeiro, Hulk descontou de pênalti, depois Keno empatou após boa jogada coletiva e o camisa 11 marcou mais uma vez em uma bela jogada individual para tirar o Galo da fila.

Galo ergue a taça de campeão brasileiro

O jogo da entrega da taça, contra o Bragantino foi extremamente marcante, o clube preparou uma série de homenagens para torcedores que faleceram antes do Galo conquistar o tão sonhado bicampeonato.

Na arquibancada, diversos cartazes com fotos de atleticanos que sonharam em ver o time campeão sendo lembrados por seus entes queridos. Antes da bola rolar, o Atlético aproveitou para homenagear seus ídolos que não tiveram a chance de ser campeões brasileiros.

Quando a bola rolou, além da linda festa na arquibancada, o Galo ganhou mais uma vez (aí credo!) e recebeu a taça em uma linda festa no Mineirão. Confira o momento em que a taça foi levantada:

https://www.youtube.com/watch?v=e8L37oR963s&ab_channel=FuteboldaGalera

Todos os jogos do Grêmio no título brasileiro

1ª rodadaAtlético 1×2 FortalezaMineirão (Belo Horizonte-MG)
2ª rodadaSport 0x1 AtléticoIIlha do Retiro (Recife-PE)
3ª rodadaAtlético 1×0 São PauloMineirão (Belo Horizonte-MG)
4ª rodadaInternacional 0x1 AtléticoBeira-Rio (Porto Alegre-RS)
5ª rodadaAtlético 1×1 ChapecoenseMineirão (Belo Horizonte-MG)
6ª rodadaCeará 2×1 AtléticoCastelão (Fortaleza-CE)
7ª rodadaSantos 2×0 AtléticoVila Belmiro (Santos-SP)
8ª rodadaAtlético 4×1 Atlético-GOMineirão (Belo Horizonte-MG)
9ª rodadaCuiabá 0x1 AtléticoArena Pantanal (Cuiabá-MT)
10ª rodadaAtlético 2×1 FlamengoMineirão (Belo Horizonte-MG)
11ª rodadaAmérica-MG 0x1 AtléticoIndependência (Belo Horizonte-MG)
12ª rodadaCorinthians 1×2 AtléticoNeo Química Arena (São Paulo-SP)
13ª rodadaAtlético 3×0 BahiaMineirão (Belo Horizonte-MG)
14ª rodadaAtlético 2×0 Athletico-PRMineirão (Belo Horizonte-MG)
15ª rodadaJuventude 1×2 AtléticoAlfredo Jaconi (Caxias-RS)
16ª rodadaAtlético 2×0 PalmeirasMineirão (Belo Horizonte-MG)
17ª rodadaFluminense 1×1 AtléticoSão Januário (Rio de Janeiro-RJ)
18ª rodadaBragantino 1×1 AtléticoNabi Abi Chedid (São Paulo-SP)
20ª rodadaFortaleza 0x2 AtléticoCastelão (Fortaleza-CE)
21ª rodadaAtlético 3×0 SportMineirão (Belo Horizonte-MG)
22ª rodadaSão Paulo 0x0 AtléticoMorumbi (São Paulo-SP)
23ª rodadaAtlético 1×0 InternacionalMineirão (Belo Horizonte-MG)
24ª rodadaChapecoense 2×2 AtléticoArena Condá (Chapecó-SC)
25ª rodadaAtlético 3×1 CearáMineirão (Belo Horizonte-MG)
26ª rodadaAtlético 3×1 SantosMineirão (Belo Horizonte-MG)
27ª rodadaAtlético-GO 2×1 AtléticoAntonio Accioly (Goiânia-GO)
28ª rodadaAtlético 2×1 CuiabáMineirão (Belo Horizonte-MG)
29ª rodadaFlamengo 1×0 AtléticoMaracanã (Rio de Janeiro-RJ)
19ª rodadaAtlético 2×1 GrêmioMineirão (Belo Horizonte-MG)
30ª rodadaAtlético 1×0 América-MGMineirão (Belo Horizonte-MG)
31ª rodadaAtlético 3×0 CorinthiansMineirão (Belo Horizonte-MG)
33ª rodadaAthletico-PR 0x1 AtléticoArena da Baixada (Curitiba-PR)
34ª rodadaAtlético 2×0 JuventudeMineirão (Belo Horizonte-MG)
35ª rodadaPalmeiras 2×2 AtléticoAllianz Parque (São Paulo-SP)
36ª rodadaAtlético 2×1 FluminenseMineirão (Belo Horizonte-MG)
32ª rodadaBahia 2×3 atléticoFonte Nova (Salvador-BA)
37ª rodadaAtlético 4×3 BragantinoMineirão (Belo Horizonte-MG)
38ª rodadaGrêmio 4×3 AtléticoArena do Grêmio (Porto Alegre-RS)

Classificação final com o Galo na ponta

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Flamenguistas Não Aguentam E Rejeitam Ídolo Do Atlético-MG Saiba Em Quais Jogos Guilherme Arana Deve Desfalcar O Galo Craque Internacional Deixa O Atlético-MG Na Mão E Se Oferece Para Rival Aceitaria De Volta? Ídolo Do Atlético-MG Está Sem Clube E Pode Voltar De Graça Cuca, Jesus Ou Outro? Torcida Do Galo Elege Favorito Para Substituir El Turco