Conselho do Atlético-MG aprova venda de shopping

0

O conselho do Atlético-MG aprovou na tarde desta segunda-feira (30) a venda dos 49,9% das ações que o clube tinha do Diamond Mall. A operação foi aprovada de forma tranquila, com os 280 votos necessários para aprovação sendo atingidos rapidamente, uma vez que quase todos os conselheiros se mostraram favoráveis à venda.

O Galo pretende receber R$350 milhões com a venda do shopping e pretende usar o montante para o pagamento de dívidas onerosas, isso é, de caráter imediato e que geram grandes juros. Segundo o Ge, cerca de R$500 milhões dos R$1,3 bilhão da dívida alvinegra tem esse perfil.

Com a venda, a tendência é de que o alvinegro economize de R$40 milhões a R$5o milhões em juros por ano. Durante o Galo Business Day o clube revelou que em 2021 gastou mais de R$80 milhões somente no pagamento de juros.

Embora o conselho deliberativo tenha aprovado a operação, o Diamond ainda não está vendido, o clube ainda precisa negociar com a Multiplan, dona dos outros 51% do empreendimento os valores. Algo destacado por Ricardo Guimarães, que também fez questão de ressaltar o alívio que a venda do shopping trará ao clube:

“É bom para a saúde financeira do Atlético, para dar tranquilidade maior para equacionar, ter menos juros para pagar, poder concentrar mais nas despesas do próprio clube. Próximo passo é trabalhar a venda, não tem nada vendido ainda. Estávamos esperando essa autorização. Tem investidores que manifestaram interesse. Vamos conversar.”

Ex-presidente do Atlético-MG afirma que venda de shopping pode ser divisor de águas na história do clube

Sérgio Sette Camara foi presidente do Atlético entre 2018 e 2020, foi durante a sua gestão que os primeiros estudos para uma venda do Diamond começaram. Na manhã de hoje (29), o ex-presidente conversou com a imprensa quando chegava na sede de Lourdes para votar justamente a venda dos 49% restantes do shopping. Segundo Sérgio, a operação será um divisor de águas na história do Atlético, que tem tudo para se tornar uma grande potência financeira no futebol brasileiro:

“Acredito que será uma operação extremamente importante, um divisor de águas para o Atlético, que vem com estádio, CT, clubes de lazer, a sede. […] Acredito que com a venda do Diamond nós vamos conseguir equilibrar o Atlético financeiramente. Com as receitas que virão do estádio, eu creio que o Atlético em 2026, 2027, estará em uma situação financeira invejável no futebol brasileiro.”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Flamenguistas Não Aguentam E Rejeitam Ídolo Do Atlético-MG Saiba Em Quais Jogos Guilherme Arana Deve Desfalcar O Galo Craque Internacional Deixa O Atlético-MG Na Mão E Se Oferece Para Rival Aceitaria De Volta? Ídolo Do Atlético-MG Está Sem Clube E Pode Voltar De Graça Cuca, Jesus Ou Outro? Torcida Do Galo Elege Favorito Para Substituir El Turco