Dirigente abre o jogo sobre Galo disputar novo campeonato

0

No dia da definição de Ednaldo Rodrigues como presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) até 2026, os presidentes de Atlético e Cruzeiro e o coordenador de futebol clube-empresa do América estiveram também na sede. Em entrevista com a Itatiaia, eles comentaram sobre a criação da Liga Brasileira, que vem sendo idealizada pelos clubes.

Sérgio Santos Rodrigues, presidente do Cruzeiro, elogiou o discurso de Ednaldo que visa aprimorar o futebol brasileiro e entende que a criação da Liga, seria para o futuro, quando os clubes estiverem mais estruturados. 

“É a positividade do próprio nome da chapa, como foi colocado, de buscar a pacificação, a unificação do futebol brasileiro. Acho que isso é fundamental devido ao papel primordial que a CBF tem na condução dos trabalhos e nos animou muito essa ideia do presidente, sobretudo quando ele fala de abrir mão de ativos que ele entende que são supérfluos para investir mais na base do futebol. A gente jogar numa Copa do Brasil e ver o próprio Ronaldo, o nosso sócio majoritário, falando da qualidade dos gramados que a gente tem enfrentado”, citou Sérgio Rodrigues.

“Antes de a gente pensar em querer fazer uma Liga legal, temos que fazer muita coisa, o produto tem que ser bom. Imagina ter um produto mostrando esses gramados nessa qualidade que estão, às vezes, campo com iluminação ruim, vestiário, enfim. Acho que esse investimento vai ser muito positivo pra nós e eu confio que o presidente vai fazer esse bom trabalho”, frisou. 

Divergência entre os presidentes

já o presidente do Atlético, Sérgio Coelho, disse o contrário do rival e não vê a criação da Liga como uma ideia embrionária. A CBF já declarou publicamente que não irá se opor à liga de clubes. Por isso, o representante alvinegro acredita que a eleição de Ednaldo Rodrigues “é o início de uma nova era”. 

“O Atlético está muito feliz com tudo o que aconteceu hoje aqui na CBF. Uma união das 26 federações, dos 20 clubes da Série A e dos 20 clubes da Série B. Nosso entendimento é que isso é o início de uma nova era, como disse o Fernando Sarney [eleito um dos oito vices-presidentes da entidade]”, afirmou. 

“Não acho que vai demorar tanto. Nós estamos trabalhando o assunto e esperamos que seja rápido. Não podemos perder mais tempo, e um ponto muito importante a ser ressaltado é que todos os clubes querem. Então, é preciso que haja um entendimento, que cada um dos clubes que estiver um pouco incomodado que ceda um pouco para que saia a Liga. Os clubes vão ganhar muito. Eu acho que vai ser um dos maiores divisores de água do futebol brasileiro. As coisas vão mudar e mudar para o bem. Esperamos que isso aconteça o mais rápido possível”, completou. 

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Flamenguistas Não Aguentam E Rejeitam Ídolo Do Atlético-MG Saiba Em Quais Jogos Guilherme Arana Deve Desfalcar O Galo Craque Internacional Deixa O Atlético-MG Na Mão E Se Oferece Para Rival Aceitaria De Volta? Ídolo Do Atlético-MG Está Sem Clube E Pode Voltar De Graça Cuca, Jesus Ou Outro? Torcida Do Galo Elege Favorito Para Substituir El Turco