Dirigente explica venda de craque do Galo: “Vontade do atleta”

0

Na última quinta-feira (5), o Atlético fez um balanço geral sobre as finanças do clube, e apresentou principalmente aos torcedores que acompanharam online. Diante do percentual da dívida do clube, os torcedores questionaram ainda mais a venda por um valor muito inferior, de Savarino, que irá ao Real Salt Lake, dos Estados Unidos, por U$ 2,5 milhões.

O Atlético vendeu 40% dos direitos econômicos do atleta por esse valor, mas aproveitou para manter 20% para futuras negociações. No entanto, A ideia do clube é atingir uma marca de venda de seus jogadores de R$140 milhçoes, e já está se aproximando da meta após venda de Savarino.

“A gente não leva em conta apenas o futebol, mas também o aspecto financeiro, a vontade do atleta… e o Savarino saiu por um valor relativo a 40%, sendo que o valuation (valor total considerado) do atleta foi de U$ 6 milhões, o que não é pouco dinheiro. Tem gente que fala que ele deveria ser vendido por U$ 15 milhões. Mas nunca existiu essa proposta”, explicou durante a “Galo Business Day”, transmissão que o Atlético faz para expor a situação financeira.

A situação financeira do Galo

Menin, que é um dos principais investidores do Galo, e presidente da MRV expôs que a situação financeira do clube, exige sacrifícios, já que ainda não está 100% controlada. Esse tipo de venda é ideal para que o clube alcance suas metas de vendas.

“Eu vejo todos os balanços que saem. Eu vi de dois, recentemente, e ambos têm caixa de R$ 150 milhões. Quem tem esse caixa e não tem dívida, é muito mais fácil negar uma proposta. A gente vendeu com muito pesar, mas entendemos que foi um valor adequado. Ele poderia valer U$ 8 milhões, mas desde que tivéssemos o caixa que poucos clubes têm. Vamos chegar à essa situação um dia, em breve, eu acredito, mas ainda não é a realidade do clube”, contou.

Rafael Menin ainda reforçou que o trabalho que vem sendo feito por Rodrigo Caetano, Diretor de Futebol do Galo, é impecável, e ele é um dos principais responsáveis pelo elenco que o Atlético tem atualmente: “O que eu posso garantir é que o Rodrigo Caetano faz um trabalho muito diferenciado. Ele é o dirigente brasileiro mais renomado, conectado e que procura sempre fazer o melhor para o Atlético”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Flamenguistas Não Aguentam E Rejeitam Ídolo Do Atlético-MG Saiba Em Quais Jogos Guilherme Arana Deve Desfalcar O Galo Craque Internacional Deixa O Atlético-MG Na Mão E Se Oferece Para Rival Aceitaria De Volta? Ídolo Do Atlético-MG Está Sem Clube E Pode Voltar De Graça Cuca, Jesus Ou Outro? Torcida Do Galo Elege Favorito Para Substituir El Turco