Fundador da Máfia Azul salvou torcedora do Galo

0

Para alguns torcedores, a rivalidade não fica apenas dentro de campo e eles sentem uma grande necessidade de resolver isso de forma violenta. Por conta disso, infelizmente já virou rotina para os jornais estamparem manchetes de brigas entre torcidas em dias de clássico.

No último sábado (2), uma torcedora do Atlético viveu momentos de tensão antes de a bola rolar no Mineirão. Na manhã do clássico, Juliana Fonseca, retornava de um torneio de futebol com seus filhos na região da avenida Catalão, tradicional ponto de concentração da torcida do Cruzeiro. Ela e seus filhos, estavam trajados com camisas do Galo, algo que incomodou os torcedores cruzeirense, que passaram então a hostilizar a moça.

Quem salvou Juliana, foi Éder Toscanini, fundador da Máfia Azul, maior torcida organizada do Cruzeiro. Em entrevista ao Superesportes, Éder conta que viu o que estava acontecendo, entendeu o perigo da situação e decidiu ajudar a torcedora. Mesmo com sua escolta, Toscanini relata que torcedores tentaram agredir o carro da atleticana:

“Deixei minha esposa e minha filha perto do Mineirão. Deixei meu carro lá e, na volta, quando descia, vi um pessoal no carro com camisa do Atlético. Comecei a seguir apontando a camisa, e o carro andando devagar, mas eles não estavam entendendo que estavam passando em uma área de torcedores do Cruzeiro. Falei com a motorista para ficar tranquila que eu ia escoltá-la. Um cara tentou me agredir, começou me xingando, outro cara acendeu um foguete e ameaçou jogar dentro do carro dela, tacaram pedra. Falei que era o fundador da Máfia Azul e mostrei minha carteira de fundador para o pessoal. Aí eles se afastaram. Foi um perigo real.”

Galo vence Cruzeiro e quebra tabu em clássicos meio a meio

A final do Mineiro de 2022 foi apenas a terceira vez em que as torcidas de Atlético e Cruzeiro dividiram as arquibancadas do Mineirão. Nos outros dois confrontos, em 2013 e 2017, o Galo havia sido derrotado. A vitória por 3×1 sobre o rival, garantiu não só o terceiro tricampeonato estadual da história do clube, como a primeira vitória alvinegra com duas torcidas no Mineirão.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Flamenguistas Não Aguentam E Rejeitam Ídolo Do Atlético-MG Saiba Em Quais Jogos Guilherme Arana Deve Desfalcar O Galo Craque Internacional Deixa O Atlético-MG Na Mão E Se Oferece Para Rival Aceitaria De Volta? Ídolo Do Atlético-MG Está Sem Clube E Pode Voltar De Graça Cuca, Jesus Ou Outro? Torcida Do Galo Elege Favorito Para Substituir El Turco