Galo fica distante da Libertadores; veja a probabilidade atual

Neste domingo (8), o Atlético-MG encarou o Coritiba, até então lanterna do Campeonato Brasileiro, e foi derrotado na Arena MRV por 2 a 1. O resultado negativo fez com que a torcida presente orquestrasse vaias para os jogadores e o técnico Felipão. Como consequência do tropeço, as chances do Galo conquistar uma vaga na Libertadores da América de 2024 diminuíram.

Hulk abriu o marcador para os donos da casa, mas Matheus Bianquini e Islam Slimani garantiram o triunfo do Coxa Branca de virada. Caso vencesse o confronto, o Galo entraria no G-6, garantindo assim uma vaga temporária na principal competição continental da temporada que vem. Em contrapartida, o revés despachou o Atlético-MG para a 9ª posição com 40 pontos.

A derrota para o Coxa deu fim a uma sequência de cinco jogos sem perder, além de acabar com os 100% de aproveitamento na Arena MRV. Agora, segundo o Departamento de Matemática da UFMG, as chances do Galo de disputar a Libertadores caíram para 37,2%. Para se ter noção do prejuízo da derrota, após vencer o Internacional, na 25ª rodada, a probabilidade era de 50,3%.

Título, Libertadores, Sul-Americana e Rebaixamento

Além de ter reduzido a possibilidade de ir à Libertadores, as chances de conquistar o título do Campeonato Brasileiro também despencaram. Até a 25ª rodada, o time comandado por Felipão possuía 1,2% de probabilidade, agora está na casa dos 0,22%. Confira abaixo os percentuais do Galo após 26 rodadas da Série A:

Comentários estão fechados.