Galo tenta imitar time que destruiu o Cruzeiro na Libertadores

Por incrível que pareça, Galo e Cruzeiro possuem uma certa ligação na atual Libertadores. Isso porque, o Alvinegro busca ser apenas o segundo time a ser campeão da Libertadores vindo das fases preliminares – único a ter conseguido foi o Estudiantes, da Argentina, em 2009, quando venceu a Raposa na final.

Naquela ocasião, o time bateu Sporting Cristal (PER) na primeira fase, e se classificou para fase de grupos, onde caiu no grupo com o próprio Cruzeiro, além de Deportivo Quito (EQU) e Universitário Sucre (BOL). Os argentinos passaram em segundo lugar, e venceram no mata-mata Libertad (PAR), Defensor Sporting (URU) e Nacional (URU), até triunfar sobre o rival do Atlético na decisão.

Em busca do bi

Nessa quinta-feira (6), o Alvinegro começa a caminhada em busca do seu segundo título de Libertadores, diante do Libertad, do Paraguai, no Mineirão. Ainda no Grupo G, Athletico-PR e Alianza Lima já estrearam na competição, empatando em 0x0.

Em entrevista para a ESPN, Rodrigo Caetano, diretor de futebol do clube, deu sua opinião a respeito dos adversários. Segundo ele, dentre as previsões, foi um bom grupo para o Galo, mas destacou que não existe jogo fácil quando se trata da “liberta”.

Obviamente que tiveram grupos que, se o Atlético estivesse, poderiam ser considerados o grupo da morte. Eu acho que é um grupo equilibrado. Estava falando agora com o pessoal do Athletico. Caberá a nós passar pelos nossos adversários, tanto o Libertad, quanto o Alianza Lima. Mas vai ser dureza, não tinha muito para onde escapar, vamos ter que fazer a nossa parte, classificar entre os dois, para seguir o nosso caminho na Libertadores”, disse.

Comentários estão fechados.