Palmeiras eliminou o Atlético-MG com gol irregular; Veja a regra

0

Mais um escândalo de arbitragem envolvendo o Atlético Mineiro. No empate contra o Palmeiras, 1 a 1, que culminou na eliminação da Libertadores, o galo foi prejudicado ao ver o adversário ter gol irregular validado, mesmo após revisão do VAR.

Na transmissão da partida, no SBT, a comentarista de arbitragem Nadine Bastos já havia alertado. Enquando Gabriel Veron avançada pela linha de fundo, o reserva Deyverson já estava dentro do campo, algo que caracteriza clara invasão.

“O Deyverson já está dentro de campo, o que é uma invasão de alguém que está relacionado. No texto da regra diz que não poderia ter um jogador a mais ou que o técnico não poderia estar em campo, a regra diz que é tiro livre indireto”, disse Nadine.

Atlético-MG x Palmeiras – Gol irregular

Parafraseando Arnaldo Cesar Coelho, a regra é clara: Se um jogador ou técnico da equipe que marcou estiver dentro do campo, a jogada deve ser invalidada. Isso está disponível no livro de regras da CBF. Com a tecnologia do VAR, é inadmissível que isso não tenha sido observado.

Gol marcado com pessoa extra no campo de jogo Se, após a marcação de um gol e antes de o jogo ser reiniciado, o árbitro perceber que uma pessoa extra se encontrava dentro do campo no momento em que o gol foi marcado:

O árbitro deve invalidar o gol se a pessoa extra era:

jogador, jogador substituto, jogador substituído ou jogador expulso ou oficial da equipe que marcou o gol. O jogo deve ser reiniciado com um tiro livre direto, executado do local em que a pessoa extra estava;

agente externo que interferiu no jogo, a menos que o gol haja sido marcado de acordo com a situação descrita em “pessoas extras no campo de jogo”. O jogo deve ser reiniciado com bola ao chão.

O árbitro deve validar o gol se a pessoa extra era:

jogador, jogador substituto, jogador substituído, jogador expulso ou oficial da equipe que sofreu o gol;

agente externo que não interferiu no jogo.

Em todos os casos, o árbitro deve ordenar a saída da pessoa extra do campo de jogo. Se, após a marcação de um gol e após o jogo haver sido reiniciado, o árbitro perceber que uma pessoa extra estava em campo no momento em que o gol foi marcado, o gol não pode ser invalidado.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Flamenguistas Não Aguentam E Rejeitam Ídolo Do Atlético-MG Saiba Em Quais Jogos Guilherme Arana Deve Desfalcar O Galo Craque Internacional Deixa O Atlético-MG Na Mão E Se Oferece Para Rival Aceitaria De Volta? Ídolo Do Atlético-MG Está Sem Clube E Pode Voltar De Graça Cuca, Jesus Ou Outro? Torcida Do Galo Elege Favorito Para Substituir El Turco