Réver quer continuar escrevendo história com o Galo

0

O zagueiro Réver é um dos principais nome do Galo na última década, capitão nas conquistas da Copa Libertadores de 2013 e do Brasileiro de 2021, ele já tem seu nome marcado na história do clube.

Mesmo assim, tendo renovado o seu contrato até o fim de 2023, o capitão quer continuar a escrever seu nome na história do Atlético. Em entrevista coletiva concedida na Cidade do Galo, o zagueiro celebrou a renovação, agradecendo o carinho e a confiança do clube:

“Sem sombra de dúvidas muito feliz pela minha renovação, pela minha história, por tudo que tem representado o Atlético na minha carreira, na minha vida. Então tô muito feliz, espero estar retribuindo todo esse carinho que o torcedor, a diretoria, os funcionários tem comigo aqui dentro.”

Réver também afirmou que mesmo já tendo seu nome marcado na história do Atlético, quer seguir conquistando títulos:

“Espero estar correspondendo e dando esse retorno que todos estão esperando, dentro ou fora de campo. A felicidade é muito grande e espero estar retribuindo esse carinho com grandes jogos e grandes conquistas que é o maior objetivo, não só o meu, como o de todo o elenco.”

Réver abre o jogo sobre confronto contra o Palmeiras

Atlético-MG e Palmeiras são duas das melhores equipes do Brasil e não à toa, dividem a primeira colocação do Campeonato Brasileiro com 15 pontos. No próximo dia 05 as duas equipes se enfrentam no Allianz Parque em um confronto que pode valer a liderança isolada da competição.

Para o zagueiro Réver, embora à equipe do Verdão seja muito qualificada, o Galo não pode mudar sua forma de jogar para enfrentá-los. Segundo ele, a equipe alvinegra, assim como a equipe do Palmeiras, já tem uma identidade bem definida e que será colocada à prova domingo :

“São estratégias que vão ser colocadas em prova no domingo, não só da nossa parte, acredito que do Palmeiras também, mas nós não podemos fugir muito das nossas características, até porque criamos uma identidade e essa identidade vai ser executada independente da equipe e de onde a gente for jogar.”

O capitão do Galo também destaca que embora respeite muito o rival, o Atlético viaja à São Paulo tendo a vitória como objetivo e que justamente por conta disso, não pode mudar sua forma de jogar:

“Não tem o porque a gente mudar essa nossa identidade, independente de jogar dentro ou fora de casa. Nós vamos respeitar muito o Palmeiras, mas a gente tem um objetivo que é vencer. Sabemos da dificuldade desse jogo, mas a gente vai para São Paulo em busca da vitória, que é nosso maior objetivo nesse momento.”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Flamenguistas Não Aguentam E Rejeitam Ídolo Do Atlético-MG Saiba Em Quais Jogos Guilherme Arana Deve Desfalcar O Galo Craque Internacional Deixa O Atlético-MG Na Mão E Se Oferece Para Rival Aceitaria De Volta? Ídolo Do Atlético-MG Está Sem Clube E Pode Voltar De Graça Cuca, Jesus Ou Outro? Torcida Do Galo Elege Favorito Para Substituir El Turco