Rubens Menin solta abre o jogo sobre passagem de craque mundial no Atlético-MG

0

Diego Costa chegou ao Atlético-MG com grandes expectativas, uma vez que o atacante de 32 anos vinha de boas passagens por grandes clubes europeus e chegava para reforçar a melhor equipe do país. Apesar disso, o curto período do jogador em BH foi marcado por muitas lesões e poucos minutos em campo: foram apenas 19 jogos, 5 gols e 2 assistências. No começo de 2022 o atacante pediu a recisão de contrato com o Galo alegando não ter se adaptado ao futebol brasileiro.

Em entrevista à Espn Rubens Menin, mecenas e conselheiro do clube, falou sobre a passagem do experiente atacante pelo alvinegro. Para o empresário, o atacante já estava longe do seu auge quando chegou à Cidade do Galo:

“O Diego Costa teve fases na vida dele que foram fantásticas né? Quando foi convocado pela Seleção, o que fez no Atlético de Madrid. O último ano, a carreira dele foi muito incerta, teve lesões e ele chegou no Atlético longe do seu auge, no meio de uma competição muito difícil. Quando ele chegou, nós estávamos disputando Copa do Brasil, Brasileiro e Libertadores. Então ele chegou abaixo do nível dele e não se adaptou ao Atlético.”

Apesar de não considerar a passagem do atacante como um sucesso, Menin fez questão de ressaltar que exige um grande respeito entre as partes e que Diego foi muito inteligente em sua decisão, tendo feito o que era melhor para ele e para o clube:

“Ele foi muito inteligente, falou ‘vamos acabar logo com isso, eu tenho uma carreira pela frente e o Atlético vai procurar outro para o meu lugar.’ E resolvemos, ficamos acertados. Com respeito, ele cumpriu tudo. Não teve nenhum episódio do Diego Costa no Atlético que foi ruim, pelo contrário, um profissional muito dedicado.”

Embora curta, passagem de Diego Costa pelo Atlético-MG foi decisiva

Por mais que muitos torcedores considerem que a passagem de Diego Costa pelo Atlético como decepcionante, ele teve papel fundamental na conquista do título Brasileiro de 2021. Em levantamento feito pelo Portal do Atleticano, números mostram que o atacante teve influência direta em 10 dos 84 pontos conquistados pela equipe no torneio. Confira os números:

Diego Costa no Brasileirão 2021
15 jogos
4 gols
2 assistências
10 jogos como titular
5 jogos saindo do banco
Gol de empate contra o Bragantino na 18º rodada
Gol do 1×0 contra o Sport na 21º rodada
Assistência para o gol da vitória contra o América na 30º rodada
Gol do 1×0 contra o Corinthians na 31º rodada

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Flamenguistas Não Aguentam E Rejeitam Ídolo Do Atlético-MG Saiba Em Quais Jogos Guilherme Arana Deve Desfalcar O Galo Craque Internacional Deixa O Atlético-MG Na Mão E Se Oferece Para Rival Aceitaria De Volta? Ídolo Do Atlético-MG Está Sem Clube E Pode Voltar De Graça Cuca, Jesus Ou Outro? Torcida Do Galo Elege Favorito Para Substituir El Turco