Saiba como assistir ao novo filme do Atlético-MG

0

O filme Lutar, Lutar, Lutar, dos diretores mineiros Helvécio Marins Jr. e Sérgio Borges, conta toda a trajetória do Atlético, desde a sua criação, até a conquista da tão sonhada Copa do Brasil de 2014. O ano de 2021 foi ideal para o lançamento, fazendo com que a torcida relembre todas as grandes lutas do time, para ter chegado até aqui.

Quem não teve a oportunidade de assistir no lançamento ou nas sessões de cinema, terá mais uma oportunidade nesta quinta-feira (12), às 19h. A exibição será de forma gratuita, no Cine Santa Tereza (Rua Estrela do Sul, 89, Santa Tereza). O longa metragem fará parte da programação do Circuito Cine Santê, parte do Circuito Municipal de Cultura. 

A ocasião será comentada pelo diretor Sérgio Borges e pelo rapper Djonga, que faz participação direta no filme, e ainda conta com a mediação do poeta Gilcevi. Mesmo que seja um evento gratuito, as pessoas que quiserem participar, deverão retirar os ingressos na semana da sessão pelo site https://www.diskingressos.com.br/, ou na bilheteria do cinema, até 30 minutos antes da sessão.

História do Galo moldada por injustiças

Com cenas emocionantes, o atleticano de qualquer idade, independente de ter vivido todas as fases ou não, reconhece as injustiças, as decepções, os ídolos, e as glórias que formaram o Clube Atlético Mineiro. Uma parte importante do filme, são os depoimentos de jogadores que vivenciaram a partida que foi considerada por muitos, o maior roubo da história do futebol, entre Atlético e Flamengo em 81.

A indignação do goleiro João Leite, a tristeza de Reinaldo e a decepção de Eder Aleixo, jogadores que fazem parte de um sofrimento, que foi compensado após muitos anos. No entanto, o gosto de injustiça que o árbitro José Roberto Wright deixou, ultrapassa gerações.

Após transformar um goleiro em “São Victor”, ter com participação um dos maiores ídolos da história do futebol, Ronaldinho Gaúcho, e proporcionar viradas históricas, a tão sonhada Libertadores veio, assim como a Copa do Brasil um ano depois. Dos mais apaixonados ao Galo, aos amantes de futebol, o filme “Lutar, Lutar, Lutar”, proporciona emoção do início ao fim.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Flamenguistas Não Aguentam E Rejeitam Ídolo Do Atlético-MG Saiba Em Quais Jogos Guilherme Arana Deve Desfalcar O Galo Craque Internacional Deixa O Atlético-MG Na Mão E Se Oferece Para Rival Aceitaria De Volta? Ídolo Do Atlético-MG Está Sem Clube E Pode Voltar De Graça Cuca, Jesus Ou Outro? Torcida Do Galo Elege Favorito Para Substituir El Turco