Turco surpreende torcida do Atlético-MG e faz grande revelação de ídolo mundial

0

Antonio Mohamed sempre teve uma boa relação com Diego Maradona, de quem era fã quando criança e que acabou virando amigo pessoal ao longo da vida. Companheiros de balada quando jogadores, a amizade entre os dois se estreitou quando Mohamed pendurou as chuteiras e virou treinador. Maradona confiava tanto no Turco, que ele esteve próximo de ser seu assistente na Copa do Mundo de 2010.

Em entrevista à Galo TV, o treinador revelou bastidores de sua relação com o craque, que segundo ele, mesmo que Maradona esteja em outro plano, seguem tendo uma relação porque além dele estar presente em todos os argentinos, os dois compartilharam muitos momentos juntos:

“Ainda tenho uma relação com Maradona porque Maradona segue presente em todos os argentinos. Sou muito amigo de Maradona, muito amigo. Compartilhei com ele muitos momentos íntimos e públicos em todos os lados do mundo: na Itália, na Espanha, em Cuba, no México, na Argentina. Em todos os lugares. Sempre estive perto dele e fui um privilegiado de poder ser seu amigo, de poder compartilhar muitas coisas.”

El Turco também se mostrou chateado pela forma como Maradona morreu, em meio à imbróglios médicos, mas afirmou ter sido um privilegiado por ter tido sua amizade:

“Foi um privilégio enorme ter sido escolhido por ele (Maradona) para ser seu amigo, de ter confiança, de compartilhar muitas coisas. Estou muito triste por como se foi. Gostaria que ficasse muito mais tempo conosco, que desfrutasse de sua vida da maneira que ele escolheu viver porque creio que todos aprendemos a viver enquanto estamos vivendo. Não há um livro que diz como se tem que viver. Todos nós cometemos erros, todos somos humanos.”

El Turco abre o jogo sobre problemas de Maradona

Sobre os problemas que o astro teve com drogas e bebidas, Mohamed destaca que o ser humano é frágil e que é suscetível a vícios, algo que sempre tentamos esconder e que Diego, por ser uma figura pública, não conseguia:

“Somos frágeis. A pessoa pode ser frágil pela droga, pelo amor, pelo futebol, pela bebida. Existem várias situações em que todos nós humanos temos fragilidades que tentamos esconder. Ele (Maradona) não pôde esconder porque era uma pessoa pública, uma pessoa muito importante. Teve dificuldades para viver, como qualquer pessoa. Mas ele tinha um coração enorme e assim é como eu lembro dele.”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Flamenguistas Não Aguentam E Rejeitam Ídolo Do Atlético-MG Saiba Em Quais Jogos Guilherme Arana Deve Desfalcar O Galo Craque Internacional Deixa O Atlético-MG Na Mão E Se Oferece Para Rival Aceitaria De Volta? Ídolo Do Atlético-MG Está Sem Clube E Pode Voltar De Graça Cuca, Jesus Ou Outro? Torcida Do Galo Elege Favorito Para Substituir El Turco