Atlético-MG não se cala e pode banir Gabigol do futebol por 720 dias

0

O Atlético-MG não gostou nada de uma declaração dada por Gabigol. Por isso, entrou com um pedido junto ao STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), devido a uma frase que supostamente incita a violência.

“Agora temos outro final de semana e depois vamos para a Libertadores. Quando eles forem para lá vão conhecer o que é pressão e o que é inferno”, disse Gabigol ainda no gramado do Mineirão.

Em suma, a direção do Galo entende que a expressão “inferno” pode fazer com que os ânimos fiquem exacerbados. Dessa forma, teme o que a torcida do Flamengo poderia fazer no jogo do dia 13 de julho.

Na quinta-feira (23), o procurador do STJD, Ronaldo Botelho Piacente, pediu que Gabigol se manifeste. Entretanto, ainda não há qualquer decisão sobre punição ao atacante.

A denúncia do Atlético-MG apresentou dois artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). Sendo eles os seguintes:

Artigo 243-D: Incitar publicamente o ódio ou a violência. Pena: multa e suspensão de 360 a 720 dias.

Artigo 258: Assumir conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva. Pena: suspensão de uma a seis partidas.

Mesmo que uma punição seja aplicada ao atacante, é pouco provável que apresente pena máxima. Pois, o termo “inferno” não é tão incomum na linguagem do futebol.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Flamenguistas Não Aguentam E Rejeitam Ídolo Do Atlético-MG Saiba Em Quais Jogos Guilherme Arana Deve Desfalcar O Galo Craque Internacional Deixa O Atlético-MG Na Mão E Se Oferece Para Rival Aceitaria De Volta? Ídolo Do Atlético-MG Está Sem Clube E Pode Voltar De Graça Cuca, Jesus Ou Outro? Torcida Do Galo Elege Favorito Para Substituir El Turco