O Galo é time da virada! Mesmo saindo dois gols atrás do placar, Atlético-MG vence o Fortaleza

0

Após vencer o Flamengo por 2×1 na Copa do Brasil, o Atlético-MG recebeu o Fortaleza, no Mineirão pela décima quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Para o confronto o treinador Antonio Mohamed tinha os desfalques de Hulk, Keno e Jair lesionados, além de Mariano e Nacho, suspensos. Nathan Silva, Otávio, Vargas e Ademir também foram poupados e começaram a partida no banco.

Por conta dos desfalques, El Turco se viu obrigado a escalar uma equipe alternativa e o Galo foi à campo com apenas 4 titulares. O treinador argentino escalou o alvinegro com: Everson, Guga, Réver, Igor Rabello, Júnior Alonso e Arana; Allan, Calebe e Castilho; Sasha e Savinho.

O Fortaleza começou melhor na partida, tendo mais a bola e presisonando o Atlético. Logo aos 3 minutos o Leão abriu o placar com Romarinho, em belo chute de fora da área. Na frente do placar, o Tricolor baixava suas linhas e dava à bola ao Galo, que tinha muita dificuldade em achar espaços.

A equipe visitante voltou à levar perigo novamente aos 15, em outro chute de fora da área, desta vez com Yago Pikachu. Vendo as dificuldades do Atlético, o Fortaleza se sentia cada vez mais a vontade no Mineirão e subia suas linhas, pressionando à saída de bola alvinegra, causando muitos problemas ao time de El Turco.

Aos 28 o Leão ampliou novamente com Roamarinho, desta vez em um contra ataque fulminante gerado por erro de Réver, que tentou se aventurar no campo de ataque e acabou perdendo à bola. Vendo sua equipe jogar mal e dois gols atrás do placar, Antonio Mohamed optou por mexer no time, tirando Júnior Alonso, para a entrada de Eduardo Vargas aos 33. A torcida não gostou da saída do paraguaio e foi possível se ouvir um misto de vaias e aplausos.

Apesar da atuação desastrosa do Atlético na primeira etapa, a Massa fazia sua parte nas arquibancadas e não parou de cantar por um minuto sequer. A entrada de Vargas surtiu efeito e aos 36 o Galo chegou pela primeira vez com Eduardo Sasha, que parou em Marcelo Boeck. O Alvinegro voltou a ameaçar novamente aos 39, com Eduardo Vargas de fora da área, exigindo outra boa defesa do goleiro tricolor.

Já nos acréscimos o Fortaleza teve a chance de ampliar com Yago Pikachu, que recebeu belo lançamento nas costas de Guilherme Arana exigiu boa defesa de Everson. A Primera etapa terminou com o Leão melhor que o Galo, que foi para os vestiários debaixo de vaias de parte da torcida.

O desempenho ruim do Atlético no primeiro tempo fez com que ainda no intervalo El Turco mexesse na equipe, sacando Allan, Sasha e Castilho para as entradas de Otávio, Fábio Gomes e Rubens. Logo aos dois minutos ficaram clara as intenções do treinador atleticano, quando na primeira jogada de ataque da etapa final, Sávio já buscou Fábio Gomes dentro da área.

Aos 8 o Galo chegou pela primeira vez, com Vargas, em chute de fora da área, mas que passou por cima do gol tricolor. Embora as mexidas tenham surtido um efeito inicial, com o Atlético pressionando o Fortaleza e tendo muito volume de jogo, o time seguia com problemas no meio campo e não conseguia criar.

Atendendo aos pedidos da torcida, Mohamed colocou Ademir aos 21 no lugar Sávio, que até tentou bastante no primeiro tempo, mas teve atuação apagada. Aos 26 o Atlético chegou novamente, com Igor Rabello após cobrança de escanteio. Novamente pelo alto, o Galo chegou com Eduardo Vargas, que cabeceou para outra defesa tranquila de Marcelo Boeck.

A pressão alvinegra surtiu efeito e aos 31 o Atlético descontou com Rubens, que aproveitou ótimo cruzamento de Eduardo Vargas para marcar. Atrás do placar, o Galo tinha dificuldades para criar, mas conseguiu o empate com Réver, aos 40. Empurrado por sua torcida o alvinegro ainda conseguiu a virada com Vargas, no último lance da partida.

Galo tem decisão na Libertadores pela frente

A vitória vem para dar tranquilidade ao grupo, que viaja para o Equador nos próximos dias, onde enfrenta o Emelec, pelo primeiro jogo das oitavas de final da Copa Libertadores. Com os 3 pontos conquistados o Galo chega aos 24 pontos no Brasileirão, ficando de fora do G4 por critérios de desempate, uma vez que está empatado em pontos com o Internacional.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Flamenguistas Não Aguentam E Rejeitam Ídolo Do Atlético-MG Saiba Em Quais Jogos Guilherme Arana Deve Desfalcar O Galo Craque Internacional Deixa O Atlético-MG Na Mão E Se Oferece Para Rival Aceitaria De Volta? Ídolo Do Atlético-MG Está Sem Clube E Pode Voltar De Graça Cuca, Jesus Ou Outro? Torcida Do Galo Elege Favorito Para Substituir El Turco