SAF do Atlético Mineiro: confira aqui todos os detalhes

0

As SAF’s (sociedades anônimas do futebol) chegaram ao brasil e a tendência é de que cada vez mais clubes sigam esse caminho e passem a ter donos. Embora o Atlético Mineiro não tenha se convertido em SAF, Rafael Menin, vice-presidente do Conselho deliberativo alvinegro e mecenas do clube, afirmou em entrevista à Rádio Itatiaia, que o Galo estuda modelos de SAF, mas que não tem pressa nenhuma para fazer o movimento:

“A nossa ideia é trabalhar bastante nos próximos meses, estudar o que foi feito em outros países. Fora do Brasil, no futebol europeu praticamente todos os clubes são SAFs, são clubes-empresa, em cada país tem um nome. A nossa ideia é olhar o histórico em Portugal, Espanha, Inglaterra e no próprio Brasil. Ver o que deu certo, o que deu errado.bviamente usaremos uma empresa para nos apoiar nessa discussão. Quando tivermos um material bastante completo, a gente submete ao Conselho, que vai avaliar se está no momento certo, se o modelo apresentado é correto. É um tema importante, que pode ajudar o clube.””

Menin explica que o mais importante na transformação do clube em SAF, é o aporte financeiro inicial de um investidor externo. Algo que em um primeiro momento faz com que o clube alavanque seu poder financeiro:

“Inicialmente, na SAF, você tem um ingresso de capital importante, isso ajuda. Mas a governança, como será a gestão, os objetivos futuros do clube. Tem, muita coisa para ser discutida, avaliada antes de ser definida se o clube em algum momento se tornará uma SAF ou não. Gostaria de deixar sempre a torcida tranquila. Se, por ventura, a SAF for feita no Atlético ela será feita com calma, análise e envolvimento do máximo de pessoas possíveis para fazer um projeto bacana, caso essa seja a decisão do Conselho.”

Atlético Mineiro gasta milhões com juros e precisa vender patrimônio importante

Entre 2011 e 2021 o Atlético gastou mais de R$500 milhões em pagamentos de juros da sua dívida. Algo extremamente prejudicial para a saúde financeira do clube. É por conta disso, que o conselho deliberativo do clube estuda a venda dos 49% restantes do Shopping Diamond Mall.

Em entrevista à Rádio Itatiaia, Rafael Menin, conselheiro e Mecenas do clube, explicou a lógica por trás da operação. Segundo Rafael, com a venda, o Galo poderá economizar R$80 milhões em juros por ano, ao usar os aproximadamente R$400 milhões do shopping, para abater sua dívida. Algo que no longo prazo, se mostra mais sustentável que qualquer receita obtida com o empreendimento.

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Flamenguistas Não Aguentam E Rejeitam Ídolo Do Atlético-MG Saiba Em Quais Jogos Guilherme Arana Deve Desfalcar O Galo Craque Internacional Deixa O Atlético-MG Na Mão E Se Oferece Para Rival Aceitaria De Volta? Ídolo Do Atlético-MG Está Sem Clube E Pode Voltar De Graça Cuca, Jesus Ou Outro? Torcida Do Galo Elege Favorito Para Substituir El Turco