7 curiosidades sobre Atlético-MG x Flamengo

0

Atlético e Flamengo são dois grandes rivais e para muitos, protagonizam o maior clássico interestadual do Brasil. A rivalidade entre os clubes data dos anos 80 e segue até os dias de hoje. Em 2022 esse duelo ganhou um novo capítulo, quando o sorteio da Copa do Brasil colocou as duas equipes frente à frente já nas oitavas de final da Competição. Confira 7 curiosidades sobre o confronto:

7- Atlético-MG tem ótimos números jogando em BH

Apesar de se tratarem de jogos acirrados, quando Galo e Fla se enfrentam em BH, a tendência é de vitória alvinegra. No total são 66 jogos, com 27 vitórias atleticanas , 21 empates e 28 vitórias flamenguistas. Se pegarmos o recorte para os últimos 4 anos, são 3 vitórias do Atlético em 4 jogos pelo Campeonato Brasileiro. Nem mesmo em 2019, um dos melhores anos da história do Flamengo, o clube carioca conseguiu vencer o Galo em BH.

6- A maior goleada do confronto é do Galo

A maior goleada do clássico é o do Atlético-MG. Em 2004 o Galo fez 6×1 no Flamengo, no Ipatingão no que é até hoje o maior placar da história do confronto. Os gols alvinegros foram marcados por: Zé Antonio, Márcio Mexerica, Renato, Wagner e Alex Mineiro (2x).

5- Equipes já decidiram o Brasileiro

o começo dos anos 80 tanto Galo, quanto Flamengo, tinham dois esquadrões e por conta disso, se encontraram na final do Campeonato Brasileiro daquele ano. O Atlético já era uma equipe consolidada no cenário nacional, tendo vencido o Brasileirão em 71 e sido vice em 77, já o Fla, era uma equipe emergente, um busca de seu primeiro título nacional.

A decisão do Brasileiro de 80 se deu em um período turbulento da história do Brasil, ele foi disputada durante os anos de chumbo da ditadura militar. Enquanto o Galo tinha Reinaldo, que comemorava seus gols com o punho cerrado em resistência ao regime, o Fla tinha Walter Clark, vice-presidente da Globo e aliado dos militares, como seu presidente.

Não pegaria bem para o regime ter um opositor campeão e Clark precisava fazer do Flamengo um time vencedor, então a final foi montada do melhor jeito para que o clube carioca saísse vencedor. Por ter melhor campanha, o Atlético decidiria o título em casa, mas uma virada de mesa fez com que a volta fosse disputada no Maracanã ao invés de no Mineirão.

No jogo de ida, o Galo venceu por 1×0, com gol de Reinado. Na partida de volta, o Flamengo foi melhor e esteve à frente do placar em duas oportunidades, mas o Rei marcou duas vezes (uma delas machucado) para empatar para o alvinegro. Vendo que o Fla estava sendo derrotado, o árbitro José Aragão expulsou Reinaldo de campo e deixou o rubro-negro que tinha uma equipe melhor, com 1 a mais em campo. Tendo superioridade numérica, o Fla fez 3×2 com Nunes e conquistou seu primeiro título nacional.

4- O Flamengaço classificadaço foi eliminado para o Galo

Em 2014 Atlético e Flamengo se enfrentaram nas semifinais da Copa do Brasil, tendo perdido o confronto da ida por 2×0, o Galo precisava escalar uma montanha no Mineirão para reverter a vantagem rubro-negra. Tudo ficou pior quando Everton, aos 34 do primeiro tempo fez 1×0 Fla, o que obrigaria o alvinegro a fazer 4 gols para se classificar.

Para o narrado Luiz Penido, do Rio de Janeiro, a missão do Atlético era impossível e ele cravou que Flamengo era finalista da Copa do Brasil. Embora de fato fosse muito difícil reverter o placar, empurrado por sua torcida o Galo fez 4×1 e conseguiu a vaga para a decisão.

3- Atlético e Flamengo já se enfrentaram em 11 cidades diferentes

Embora tenham Mineirão e Maracanã bem claros como suas casas, Atlético e Flamengo já enfrentaram em 11 cidades diferentes. A final da Supercopa do Brasil de 2022, por exemplo, foi disputada em Cuiabá.

2- O maior roubo do futebol aconteceu em um Galo x Fla

Um ano após a decisão do Brasileiro de 1980, Atlético e Flamengo voltaram a se encontra em um confronto decisivo, desta vez pela Copa Libertadores. Depois de cada clube vencer uma partida como mandante, ficou definido que um terceiro jogo, realizado em campo neutro, seria disputado para definir o classificado às quartas de final.

Quando à bola rolou, o árbitro José Roberto Wright já se demonstrava muito nervoso e pouco a pouco, acabou perdendo o controle da partida. Tudo começou com a expulsão de Reinaldo, ainda no primeiro tempo, de forma injusta. Os jogadores do Atlético que foram reclamar também foram expulsos e a revolta passava a aumentar, com isso, Wright passava a expulsar cada vez mais atleticanos, no final, o Galo teve seis expulsos e perdeu a partida por W.O. O Flamengo se classificou e venceu não só a Libertadores, como também o Mundial de clubes. O jornal inglês The Guardian classificou esse jogo como o maior roubo da história do futebol.

1- Reinaldo é o maior artilheiro do Galo no confronto

Reinaldo é um dos grandes símbolos do Atlético quando se fala da rivalidade com o Flamengo, uma vez que foi o clube rubro negro, sempre com interferências externas, que o impediu de ser Campeão Brasileiro e da Libertadores. Com 7 gols ele é o maior artilheiro do Galo no confronto.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Flamenguistas Não Aguentam E Rejeitam Ídolo Do Atlético-MG Saiba Em Quais Jogos Guilherme Arana Deve Desfalcar O Galo Craque Internacional Deixa O Atlético-MG Na Mão E Se Oferece Para Rival Aceitaria De Volta? Ídolo Do Atlético-MG Está Sem Clube E Pode Voltar De Graça Cuca, Jesus Ou Outro? Torcida Do Galo Elege Favorito Para Substituir El Turco