7 curiosidades sobre Junior Alonso

0

Contratado a pedido de Jorge Sampaoli em 2020, o zagueiro Júnior Alonso rapidamente se tornou um dos queridinhos da torcida atleticana. Extremamente técnico e muito dedicado, o defensor é a personificação do que a Massa do Galo espera de um jogador.

Alonso foi fundamental nas conquistas do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil em 2021, tendo inclusive sido ao lado de Réver e Hulk, um dos capitães da equipe. por conta de seu excelente desempenho com a camisa alvinegra, ele foi negociado com o Krasnodar, da Rússia, por R$50 milhões de reais no começo do ano.

Quando a negociação foi concluída, Júnior tinha 89 jogos com a camisa do Atlético, mas por conta da guerra entre Ucrânia e Rússia, o zagueiro conseguiu junto ao clube russo uma liberação para defender o Galo por empréstimo até o fim do ano por conta dos conflitos na região. Confira abaixo 7 curiosidades sobre a carreira do defensor:

7- Já foi campeão argentino

Antes de chegar ao Atlético, Júnior Alonso defendeu o Boca Juniors, um dos maiores clubes do mundo. Pelos Xeneizes, ele fez 33 jogos e conquistou o campeonato argentino de 2020.

6-Teve passagem pela Europa

Quando foi negociado com o Kransodar, da Rússia, no começo do ano Júnior Alonso selou seu retorno ao velho continente. O zagueiro já havia atuado na Europa entre 2017 e 2019. Ele defendeu o Lille, da França e o Celta de Vigo, da Espanha.

5- Já trabalhou com Antonio Mohamed

Durante sua passagem pelo Celta de Vigo, Alonso trabalhou com Antonio Mohamed, atual treinador do Atlético. No total foram 10 jogos sob o comando do Turco pelo clube espanhol. No Atlético, já são 15 jogos sob o comando do argentino, totalizando 25 jogos juntos.

4- Godín cedeu camisa 3 em retorno ao Atlético

Júnior Alonso fez história com a camisa número 3 do Atlético, foi com essa camisa, que ele ajudou o clube à sair de uma fila de 50 anos sem o título do Campeonato Brasileiro. Quando ele deixou o Galo em janeiro, o número ficou vago e Diego Godín recém contratado pelo alvinegro assumiu a numeração.

Antes de pegar a 3 Godín revelou ter ligado para Alonso e perguntado se poderia pegar a camisa que era sua. Quando o paraguaio voltou ao Atlético, Diego fez questão de pegar a camisa 14 e de ceder o número para Júnior, em um grande exemplo de profissionalismo.

3- É peça importante na Seleção do Paraguai

Ao lado de Gustavo Goméz, que também atua no Brasil, Júnior Alonso é peça importante da defesa do Paraguai. O zagueiro do Galo já tem 47 convocações para defender seu país e marcou 2 gols com a camisa da Albiroja.

2- Pode jogar como lateral esquerdo

Por conta de sua excelente qualidade com a bola no pé, Alonso pode atuar também como lateral esquerdo. Tendo feito essa função diversas vezes ao longo de sua carreira. Pelo Atlético, ele já fez jogos importantes na lateral, como por exemplo o empate em 0x0 com o Boca Juniors na Bombonera pelas oitavas da Libertadores de 2021.

1- O América-MG é o time que mais vezes enfrentou na carreira

O clube que Júnior Alonso mais vezes enfrentou em toda sua carreira foi o América-MG, ao todo são 11 jogos contra o Coelho. O retrospecto é bastante favorável ao defensor: são 6 vitórias, 4 empates e apenas 1 derrota.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Flamenguistas Não Aguentam E Rejeitam Ídolo Do Atlético-MG Saiba Em Quais Jogos Guilherme Arana Deve Desfalcar O Galo Craque Internacional Deixa O Atlético-MG Na Mão E Se Oferece Para Rival Aceitaria De Volta? Ídolo Do Atlético-MG Está Sem Clube E Pode Voltar De Graça Cuca, Jesus Ou Outro? Torcida Do Galo Elege Favorito Para Substituir El Turco