Ex-jogador do Atlético-MG expõe grave problema no clube

0

Após ser eliminado para o Flamengo na Copa do Brasil, o time do Atlético-MG foi basta ate cobrado pela torcida. Além de apontar o treinador Antonio Mohamed como o principal culpado da eliminação, os torcedores também reclamaram bastante da postura adotada pelo time no segundo jogo em que acabou derrotado por 2×0.

Quem também ficou na bronca com El Turco foi Rafael Miranda, ex-jogador do Galo e atualmente analista tático. Em sua participação no programa “Os donos da Bola”, o eterno Xodó da Vovó classificou como natural uma derrota para o Flamengo, mas fez questão de destacar a postura do Galo como inaceitável:

“O que mais preocupa não é perder para o Flamengo no Maracanã. Acontece, é um grande time, tem ótimos valores. O problema é perder para o Flamengo da forma como perdeu. O Galo não chutar nenhuma bola no gol, isso que eu acho que incomoda demais o torcedor.”

Ele ainda destaca que esperava um Atlético mais reativo, mas que o time pareceu sem foco durante o jogo:

“Nós sabíamos que o Turco jogaria assim (mais reativo). Os últimos oito jogos foram mais ou menos assim, esperando o adversário. A diferença maior ontem é que faltou o foco. A única diferença do início do trabalho para agora foi abaixar as linhas. Em termos de organização, de espaço entre as linhas, entre zagueiros e laterais, e assim por diante, isso pouco mudou.”

Jornalista na Bronca com o Atlético-MG

O jornalista Fael Lima, reclamou muito no programa Alterosa Esporte sobre à postura do time do Atlético nos últimos jogos. Ele destaca principalmente a dificuldade da equipe em criar chances claras de gols:

“Inferno é ter o Turco no banco. Eu falei que o Atlético faria três gols no São Paulo. O Galo deu um chute ao gol do São Paulo. Falei que faria dois gols no Flamengo. O Atlético não chutou no gol do Flamengo. E tem esse time apático, que é uma covardia. A covardia do Turco é transmissível. Eu nunca imaginei que iria ver o Atlético no Maracanã tão apático e covarde como foi durante os 90 minutos. Isso, graças ao método de trabalho do treinador.”

Fael ainda faz um apelo ao diretor Rodrigo Caetano, pedindo uma mudança no comando do time:

“Rodrigo Caetano (diretor de futebol do Galo), você entende de bola. Você sabe qual o resultado desse treinador. E o que mais dói no atleticano, pior que ver um treinador ruim, é ver que o time está se tornando covarde. Um time que a gente confia e sempre confiou. Um time que tremeu na base contra o Flamengo, graças a um treinador que é péssimo.”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Flamenguistas Não Aguentam E Rejeitam Ídolo Do Atlético-MG Saiba Em Quais Jogos Guilherme Arana Deve Desfalcar O Galo Craque Internacional Deixa O Atlético-MG Na Mão E Se Oferece Para Rival Aceitaria De Volta? Ídolo Do Atlético-MG Está Sem Clube E Pode Voltar De Graça Cuca, Jesus Ou Outro? Torcida Do Galo Elege Favorito Para Substituir El Turco