Ex-jogador do Galo revela carinho e vontade de retornar ao clube

0

Lucas Cândido teve um surgimento meteórico no Atlético, ele passou de torcedor na conquista da Libertadores de 2013 para titular do time na disputa do Mundial de Clubes naquele mesmo ano. Revelado pelas categorias de base atleticanas, Lucas teve passagem pelo Galo entre 2103 e 2019, tendo colecionado várias lesões, que o impediram de voltar ao seu melhor nível e por conta disso, também colecionou empréstimos.

Atualmente no Al-Dhafra FC, dos Emirados Árabes, o volante revelou em entrevista ao Superesportes que ainda tem um carinho muito grande pelo Galo e afirma ser torcedor do clube, tendo vibrado muito com as conquistas de 2021:

“Com certeza o Atlético me formou como uma pessoa, homem, filho e marido melhor. Eu tive experiências (no clube) que vou levar para minha vida toda. […]Sou torcedor do Atlético, ano passado ganhou quase tudo, tomara que ganhe de novo esse ano, porque merece. Tem profissionais que trabalham, (são) do bem, então tenho um carinho enorme pelo Atlético.”

Lucas também revelou que embora não tenha conseguido chegar ao seu melhor nível com a camisa alvinegra, é muito grato ao clube pelo suporte que teve em suas lesões:

“Quando eu machuquei, me reabilitei lá três vezes. Nem tudo na vida será 100% bom, tem alguns momentos que vamos dar três passos para subir mais quatro degraus. Só tenho elogios ao Atlético, porque me ajudou bastante. Tudo que eu tenho, foi o Atlético que me deu. Os profissionais (do clube) que me ajudaram e me ajudam até hoje.”

O volante também afirmou que gostaria de voltar ao clube em outra função quando encerrar sua carreira:

“Quem sabe, futuramente, trabalhar lá também. Seria uma história bacana, voltar e trabalhar lá quando eu me aposentar, fazer educação física, vai ser muito bacana.”

Lucas Cândido revela bastidores de Ronaldinho no Galo

O que Ronaldinho Gaúcho fez com a camisa do Atlético Mineiro está impresso nas memórias dos torcedores atleticanos: os dribles geniais, as assistências e os gols de placa. Os bastidores do atleta no Galo é que são pouco conhecidos, o camisa 10 sempre teve um gosto pela noite, mas nunca teve nenhum problema extra campo em sua passagem pelo Atlético.

Também em entrevista ao Superesportes, Lucas conta que a qualidade técnica do craque se sobressaia nos treinos:

“Nós víamos essas montagens do Ronaldinho, aquela da trave que ficou famosa. Mas ele faz isso mesmo, não é montagem. As coisas que ele faz, é ele mesmo. A gente fala que não tem condições, que ele tem olho nas costas. E é de verdade, de carne e osso, igual a gente, só que ele é diferente, nasceu com um dom.”

O volante também relembra à festa da conquista da Copa Libertadores de 2013, quando voltou do estádio acompanhado de Ronaldinho:

“Nós ganhamos a Libertadores, e eu fui embora com o Ronaldinho. Minha mãe não acreditou no telefone. Eu falei, ‘então conversa com ele’. Ele disse, ‘oi, dona Cida, tudo bem?’. Ela falou, ‘cuida do meu filho aí’, e ele até brincou, ‘pode deixar que ele está comigo’.”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Flamenguistas Não Aguentam E Rejeitam Ídolo Do Atlético-MG Saiba Em Quais Jogos Guilherme Arana Deve Desfalcar O Galo Craque Internacional Deixa O Atlético-MG Na Mão E Se Oferece Para Rival Aceitaria De Volta? Ídolo Do Atlético-MG Está Sem Clube E Pode Voltar De Graça Cuca, Jesus Ou Outro? Torcida Do Galo Elege Favorito Para Substituir El Turco