Galo atingirá campanha quase imbatível se vencer mais dois jogos no Brasileirão

Foto: AP
0

Próximo ao fim do campeonato, o Atlético se encaminha para a conquista. Com 68 pontos até aqui e com a vantagem de 10 pontos do segundo colocado, com mais duas vitórias atinge a marca que só um vice-campeão conseguiu na competição.

Matematicamente, com 76 pontos a taça já está quase garantida para Minas. Com a média de dois pontos por rodada é possível ser campeão, e a do Galo é maior do que isso.

Faltam sete rodadas para o fim do campeonato, e com essa média seria possível chegar a 82 pontos. Além disso, tem outra questão que pode ser levada em consideração nesses cálculos.

A pontuação acima de 75 pontos pode ser a do campeão, afinal, nenhum vice-campeão até aqui conseguiu atingir. Para chegar a essa pontuação, o Atlético precisa conquistar mais sete pontos e torcer para Palmeiras e Flamengo tropeçarem. Ainda que esteja distante, é melhor manter a vantagem e não passar sufoco.

Quais foram as pontuações nos outros anos?

Em 2019, considerando a marca dos 74 pontos para o vice-campeão, o Santos ficou em segundo lugar e em terceiro o Palmeiras com essa mesma quantidade. O campeão desse ano foi o Flamengo, alcançando 90 pontos. As edições do campeonato por pontos corridos iniciaram-se em 2006.

Por fim, matemáticos consideram que a pontuação de 74 pontos consagre o campeão e assim, o time irá garantir um aproveitamento de 64% dos pontos. Até essa rodada, o segundo colocado, que é o Palmeiras, atingiu 62,4%, contra 63,3% do Flamengo, que é o terceiro colocado – e tem um jogo a menos.

Os próximos dois confrontos do time são contra o Athletico-PR, na terça (16), e o Juventude, no sábado (20). A pontuação ideal é de pelo menos 4 pontos, seguindo a média calculada aqui.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Edenilson no Atlético-MG: O que sabemos até agora Antonio Mohamed: conheça o novo técnico do Atlético-MG Atlético Mineiro Acerta Com Otávio: Conheça O Jogador Savarino tem preço para transferências divulgado Atlético-MG não quer liberar! Saídas de Arana, Allan e Zaracho